Como otimizar os processos de cartão pré-pago de marca própria

O ramo de varejo é um dos mais concorridos em todo o mercado. Desde os pequenos estabelecimentos de bairro até as grandes redes de lojas, todos estão sempre procurando diferenciais para atrair mais clientes e aumentar o rendimento médio.

Porém, depois de expandir e abrir algumas novas lojas a questão não é mais o alcance, mas sim a eficiência. Uma das técnicas que tem ganhado bastante força neste quesito é o cartão de marca própria.

No post de hoje, veremos como otimizar os processos que envolvem esse recurso e entenderemos mais sobre as suas vantagens para o seu negócio. Acompanhe!

Eduque o seu público sobre o que é o cartão de marca própria

Essa ferramenta é, basicamente, um cartão com crédito pré-pago que é disponibilizado pelo próprio estabelecimento. A forma mais conhecida de uso é para presentear, mas ele pode ser utilizado de diversas maneiras como por exemplo por pessoas que precisam enviar um funcionário para fazer compras no supermercado, mas não quer dar o cartão do banco e senha pessoal ou por empresas que tem como benefício a cesta de alimentos e ao invés de dar a cesta física, disponibiliza um valor no cartão pré-pago para que o próprio funcionário possa escolher o que comprar no supermercado.  

Isso deve ser divulgado para o seu público-alvo, a fim de que eles possam entender melhor e confiar na sua utilização.

Para comprar o cartão pré-pago, o cliente não precisa de nenhuma comprovação de crédito, o que é um facilitador para pessoas que não possuem contas bancárias. 

É uma ótima estratégia de fidelização e ferramenta para aumentar o ticket médio de cada cliente sem correr um grande risco ou ter que criar mudanças estruturais muito significativas.

E são várias as formas de otimizar o sistema de cartão pré-pago de marca própria que podem ser aplicadas no dia a dia da empresa.

Ofereça benefícios para os clientes mais fiéis

Programas de fidelidade já são utilizados em praticamente todas as redes de varejo por um bom motivo. Além de estimularem o aumento do ticket médio de cada cliente, contribuem para crescer o número de compras ao longo do tempo.

O cartão pré-pago pode ser utilizado como uma importante ferramenta na sua estratégia de fidelização sendo utilizado para acumular crédito para o cliente em cada compra realizada. 

Eles também garantem a proximidade com os clientes, já que o cartão só pode ser utilizado na própria rede.

Equilíbrio nas relações de crédito

Um dos maiores receios do varejo ao oferecer crédito a um cliente é a inadimplência. Com a crise financeira e a consequente redução do poder aquisitivo, muitas pessoas não conseguiram pagar suas dívidas de compras, o que deixou muitos lojistas no prejuízo.

Com o cartão pré-pago de marca própria este problema não existe já que o varejo recebe antes do cliente fazer a compra, o que significa zero inadimplência e dinheiro no caixa antes mesmo da baixa no estoque. 

Tenha variantes do mesmo cartão

Cartões presente pré-pagos podem ser tematizados de acordo com uma campanha ou necessidade específica do seu público. 

Temas como chá de fraldas, chá de cozinha, natal, dia das mães etc costumam fazer sucesso entre os clientes pois se tornam personalizados para a ocasião. Praticamente qualquer pessoa que não saiba o que comprar para presentear alguém pode recorrer ao cartão de marca própria da loja e ter acesso a qualquer um dos produtos.

Isso evita os longos períodos de dúvida sobre o que enviar, facilitando a decisão de compra. E mesmo que o cartão não seja utilizado, a loja já terá recebido o valor.

Crie promoções exclusivas para o cartão

Se você quer que mais pessoas usem o seu cartão de marca própria, terá que fazer algo para chamar a atenção delas para esse recurso. A solução mais comum em tais casos é colocar promoções exclusivas para clientes que utilizarem o cartão da loja como forma de pagamento.

Pequenos descontos, créditos cumulativos, algum produto de brinde: tudo isso contribui para estimular a utilização do cartão.

Avalie se deve terceirizar ou assumir a administração do cartão

O cartão de marca própria não é uma exclusividade das grandes franquias. Médias empresas, com apenas algumas lojas, também podem obter esse benefício. Porém, de acordo com a estrutura da loja e do seu BackOffice, pode ser ou não uma vantagem administrar o sistema por conta própria.

Se sua rede conta com uma central de informações, aparatos tecnológicos necessários e recursos para investir em uma área para isso, assumir a responsabilidade pela administração do cartão pode ser uma alternativa.

Porém, se não há um escritório central nem uma equipe preparada, o serviço terceirizado pode representar a melhor relação custo-benefício diante da qualidade oferecida.

Reduza o custo de uso do cartão de marca própria

Uma das principais qualidades de qualquer ferramenta de aceleração de vendas é o seu custo. É sempre promissor ver que o rendimento das lojas está aumentando, mas se o método utilizado para conseguir tal resultado representa um custo muito alto para a empresa, então ele não é tão vantajoso quanto aparenta.

Por isso, o ideal é reduzir ao máximo o custo de manutenção e utilização do cartão. Por exemplo, reduzindo a burocracia em sua emissão e liberação, terceirizando esse serviço ou buscando um sistema mais barato para cumprir suas metas.

Leve em consideração todos os tipos de clientes

Diferente de um cartão tradicional, não é necessário ter uma conta para adquirir um cartão de loja, o que amplia consideravelmente o número de clientes que você pode ter.

Agora que você sabe como aplicar o cartão de marca própria, é hora de se preparar para alavancar as vendas.

Quer continuar acompanhando nossos conteúdos? Então, assine nossa newsletter e receba mais informações em primeira mão!

2 Comentários

  1. valdiron francisco da silvasays:

    gostraria de saber o telefone de contato de vcs

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"