5 maneiras de incentivar seus colaboradores no trabalho

Ter uma equipe de vendas sempre motivada é um dos fatores que garantem o sucesso de um negócio. Porém, todos sabemos que a rotina de quem lida com clientes e a pressão para entregar resultados expressivos não é nada fácil. Diante desse cenário, como incentivar os vendedores a manter a produtividade no trabalho?

Nesse artigo, você vai conferir 5 dicas que poderão ajudá-lo nessa tarefa. Fique atento e continue a leitura!

1 – Dê um feedback direto

Ganhar uma boa comissão é a meta pessoal de todo vendedor, e eles sabem que para alcançar bons resultados, precisam se aperfeiçoar com frequência. Por isso, um bom feedback apontando os pontos a melhorar é fundamental para esse profissional.

Infelizmente, é comum que um vendedor seja muito criticado quando não alcança suas metas — muitas vezes, na frente de colegas, e que não receba elogios na mesma proporção quando se destaca no mês. Essa atitude só traz desmotivação para o colaborador.

O reconhecimento pelo bom desempenho também é muito importante, por isso, o gerente de vendas deve ficar atento e sempre elogiar o bom desempenho da equipe.

2 – Ofereça assistência frequente

Além do feedback, é interessante manter a aproximação com o time, acompanhando os vendedores durante o dia a dia. Sempre que possível, o responsável pela equipe de vendas deve participar desse processo, sempre deixando claro que o objetivo é ajudar o vendedor, observando na prática quais são as dificuldades da sua rotina.

É uma maneira de oferecer um feedback mais próximo e ao mesmo tempo descobrir os gargalos de venda que podem impactar o negócio. Por exemplo, será possível identificar se é necessário investir em mais tecnologia ou aumentar o quadro de colaboradores.

3 – Estipule metas reais

Para um vendedor, é muito desanimador se deparar com uma meta inalcançável. Além de saber que seu esforço não será o suficiente para obter possíveis premiações, o colaborador tem consciência que, mesmo assim, trará uma boa receita para a empresa e não será recompensado – a sensação de injustiça acaba com qualquer motivação.

É necessário refletir se vale a pena ter um ambiente de trabalho prejudicado por conta de alguns números que podem ser conquistados durante um prazo maior. A empresa deve estipular metas desafiadoras, sim, mas que estejam dentro daquilo o time tem condições de conquistar, de acordo com o suporte oferecido.

4 – Valorize a liberdade de trabalho

Cada vendedor tem seu estilo de venda, de acordo com sua experiência profissional ou sua área de estudo. É importante que todos estejam alinhados com os objetivos da empresa, mas cada um deve ter a liberdade de se comunicar com o cliente da forma que se sente mais confortável.

Querer padronizar o time com um script pronto pode funcionar para explicar uma ou outra vantagem do produto/serviço, mas lembre-se de que o consumidor está cada vez mais exigente, e que um atendimento personalizado pode fazer diferença.

Além disso, é importante oferecer flexibilidade de horários, mas sempre exigindo o retorno das vendas. Dessa forma, o vendedor se sentirá motivado a mostrar suas qualidades.

5 – Invista em incentivos surpresa

Além das comissões e premiações pela meta batida, é interessante oferecer pequenos incentivos no dia a dia, como um café da manhã na empresa, ou até mesmo coisas sem valor financeiro, como um dia de folga.

São pequenos investimentos que podem não fazer tanta diferença para o seu orçamento, mas que trazem muita motivação e, consequentemente, mais vendas para a empresa.

Incentivar vendedores é um trabalho que deve ser constante, já que a motivação desses profissionais é determinante para o alcance dos resultados de um negócio. Fique atento às necessidades do seu time e crie um ótimo ambiente de trabalho.

Gostou do artigo? Confira no blog mais dicas para aumentar suas vendas: 4 estratégias parar tornar seu varejo uma máquina de vendas!

Para saber um pouco mais sobre assuntos relacionados às melhores práticas de mercado na gestão de empresas, dicas, ferramentas e metodologias, siga-nos em nossa página no Facebook e também no LinkedIn. 

Como escolher o presente perfeito para incentivar seus colaboradores

Funcionários motivados sempre trazem bons resultados para as empresas. E nada melhor para incentivar um colaborador do que um ambiente de trabalho que reconheça a sua produtividade e importância em toda rotina empresarial. Estabelecer um sistema de recompensas pode ser uma excelente ideia para criar esse estímulo e o aproximar da sua equipe, mas é preciso oferecer um presente perfeito e que agrade a todos.

O desafio é conseguir instaurar uma competição saudável dentro da empresa, de forma a encorajar a produtividade, desafiar os colaboradores e recompensá-los pelos bons resultados. Esse processo deve fazer parte da rotina de trabalho, pois, também contribui para estreitar as relações e melhorar a comunicação em todos os níveis.

Mas qual seria o presente ideal? O que fazer diante dessa situação? Aprenda no post de hoje a estabelecer um bom programa de recompensas em sua empresa:

Conceda folgas

Quem não gosta de ganhar uns dias de folga? Ter um tempo a mais para resolver suas questões pessoais, prolongar o final de semana com uma viagem ou apenas descansar um pouco mais em casa? Oferecer esse tempo livre extra para os colaboradores que estão se saindo bem pode ser um benefício motivador e que certamente agradará a todos.

Promova encontros

As recompensas também podem ser dadas em grupo, principalmente quando é uma equipe está trabalhando em conjunto para cumprir algum projeto. Uma opção é oferecer um encontro, que tem como alternativas almoços ou jantares, e permite que os seus colaboradores possam confraternizar e passar um tempo juntos.

Uma opção é oferecer um churrasco em um local que eles possam levar à família — e os filhos possam brincar e se divertir também. Ou, quem sabe, realizar algum evento em que possa reunir a sua equipe para passar alguns momentos agradáveis juntos.

Aposte nos brindes

Dar alguns prêmios para aqueles funcionários que se destacam também pode ser uma boa opção. Porém, nesse caso, é necessário usar a criatividade para poder agradar o ganhador. Analise o perfil do seu colaborador e veja um item que vai ser útil ou que ele poderá fazer bom proveito. Conhecer um pouco dos gostos e hábitos dos colaboradores ajuda bastante na hora de definir o tipo de prêmio.

Cartões de vale presente

Um cartão de vale presente é sempre bem recebido, já que dá oportunidade do funcionário escolher como usar essa bonificação. Os cartões presentes podem ser de dois tipos:

  • Vale Presente de alguma loja ou supermercado onde a empresa coloca uma determinada quantia de créditos em um cartão para que o seu colaborador possa usá-lo para comprar nesses locais;

  • Outra opção é o cartão presente em que o funcionário ganha créditos para utilizar em jogos, filmes e apps, por exemplo — essa opção não permite a troca do presente e se refere especificamente ao que está destinado no cartão de vale presente.

Viagens de incentivo

Viajar pode ser um ótimo incentivo para que sua equipe aumente a produtividade. Segundo um levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e do portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz, o maior desejo de consumo dos brasileiros é fazer uma viagem internacional. Em segundo lugar na lista está viajar dentro do país.

Além do valor financeiro, também existe a questão sentimental, já que uma viagem é uma experiência única que fica guardada para sempre na memória das pessoas.

Existem as viagens em grupo, que geralmente são realizadas no fim do ano como forma de confraternização da empresa, e as individuais, que são oferecidas aos colaboradores que tiveram um melhor desempenho durante determinado período.

Ao definir o destino da viagem, escolha locais onde os colaboradores poderão não só passear, mas também realizar alguma atividade que agregue conhecimento profissional. Por exemplo, conhecer alguma grande loja ou participar de algum workshop.

Day Spa

Nada melhor do que um dia relaxante para fugir do estresse da loja, não é mesmo? Para oferecer esse momento de descanso ao colaborador, uma ótima alternativa é um day spa. Trata-se de um dia dedicado a cuidar do corpo e do bem-estar, com massagens, tratamentos faciais, banhos de ofurô e diversas atividades.

O serviço é oferecido em clínicas de estética, mas também existe a opção de trazer os profissionais até a sua empresa, fazendo uma tarde de relaxamento. Se a ideia agradar, você pode estipular um dia por mês para uma sessão de massagens ou uma atividade semelhante. Use a criatividade e deixe seus funcionários bem tranquilos e motivados.

Bônus salarial

Esse tipo de premiação geralmente é atrelada a uma meta, que pode ser individual, da equipe ou da empresa. O valor é definido por meio de um percentual do salário anual do colaborador.

Para que o time sinta-se motivado, é importante que a meta seja alcançável, e que a empresa dê todo o suporte e as orientações necessárias para que a produtividade fique lá em cima.

Também é comum que haja uma bonificação especial no final do ano, como forma de reconhecimento pelo trabalho realizado no período.

Cursos de especialização

Dentro do ambiente corporativo, é muito comum que os profissionais busquem crescimento por meio dos estudos, que pode ser uma graduação, uma pós-graduação ou até cursos de especialização.

Sua empresa pode incentivar esses colaboradores pagando parte de um curso ou até o valor total. Além de motivar os funcionários, você vai poder contar com profissionais mais preparados e atualizados.

Descontos em serviços

Farmácia, padaria e restaurantes são locais que costumamos ir com uma certa frequência, não é mesmo? No final do mês, é comum notarmos que gastamos um bom valor nesses estabelecimentos. Para incentivar os colaboradores, sua empresa pode realizar parcerias com alguns deles e oferecer descontos mensais à equipe.

Faça uma pesquisa com o time, consulte quais são suas principais necessidades no dia a dia e avalie as empresas da região para realizar parcerias. É uma forma simples, mas muito eficaz de motivar os funcionários.

Manter a equipe motivada é um desafio para todo gestor, que deve conhecer muito bem seus funcionários e saber quais são seus principais desejos. Nesse artigo, você conferiu algumas opções para escolher o presente perfeito.

Já costuma presentear sua equipe? Tem alguma outra sugestão para a nossa lista? Compartilhe com a gente nos comentários.

Conheça 4 vantagens do cartão pré-pago corporativo

Para uma empresa, todos os serviços que visam otimizar o manuseio de dinheiro são importantes, especialmente devido às quantias altas que estão envolvidas nas atividades empresariais. Um destes serviços é o cartão pré-pago corporativo, que oferece maiores controle e praticidade sobre a distribuição de verbas para certos fins. Neste artigo, vamos apresentar 4 diferentes situações em que o cartão pré-pago corporativo pode ser utilizado e as vantagens que representa em cada situação. Confira!

1 – Para viagens internacionais

O cartão pré-pago corporativo pode ser utilizado para o pagamento de despesas variadas durante uma viagem internacional dos executivos. Nesta situação, ele oferece a vantagem de um controle maior sobre a taxa de câmbio, pois permite que sejam comprados dólares (ou outra moeda) previamente, para abastecer o cartão. Assim, a empresa pode realizar esta compra no momento em que a taxa estiver mais favorável.

É uma opção bem mais segura, do ponto de vista financeiro, do que o uso do cartão de crédito corporativo, no qual a taxa de câmbio é determinada no momento do fechamento da fatura, podendo se tornar uma surpresa desagradável. Também é uma opção mais prática do que a compra de dólares em espécie, que pode dificultar o controle preciso dos gastos realizados na viagem.

2 – Para premiação de funcionários

Alguns tipos de cartão pré-pago corporativo oferecem teto de saldo mais baixo, até R$1.500, com possibilidade de uma única recarga. Estes cartões são ideais para a premiação de funcionários durante alguma campanha de incentivo por desempenho.

A vantagem de utilizar o cartão, nesta situação, é com certeza a praticidade. O funcionário pode facilmente fazer compras nas lojas onde preferir, dentro da rede de aceitação, até que o saldo se esgote — sem necessidade de visitas ao banco. Além disso, este tipo específico de cartão pré-pago corporativo não permite saque, ou seja, assim como acontece com os cartões de vale refeição ou vale alimentação, o funcionário não pode trocar o benefício recebido por dinheiro.

3 – Para reembolso de clientes

Quando a empresa trabalha com clientes do tipo pessoa física, e é preciso fazer um reembolso, nem sempre o depósito em conta bancária é viável — em alguns casos, o cliente não tem conta bancária, por exemplo. Ou talvez o cliente não encontre um produto para troca naquele momento. Nessas situações, o cartão pré-pago recarregável é a solução ideal.

Com esta opção, o estorno é agilizado, o que aumenta a satisfação do cliente, e não é preciso aguardar uma transação bancária. Para completar, o cliente pode levar o cartão para casa e usar seu estorno para uma nova compra a qualquer momento. Se o cartão for limitado para uso na sua rede de lojas, ainda é uma garantia de que o cliente voltará, e você terá mais uma chance de fazer negócios — diferentemente do que acontece no caso do reembolso em dinheiro.

4 – Para gastos cotidianos

Existe uma modalidade recarregável de cartão pré-pago corporativo que suporta saldo de até R$20 mil — com ele sua empresa pode fazer transações e saques. Ele é ideal para aqueles pequenos gastos: um suprimento de escritório que precisa ser comprado com urgência, um coffee break de última hora, um frete para o dia seguinte.

Usando este cartão, você elimina a necessidade de manter um caixa em dinheiro dentro da empresa — algo que, atualmente, não é considerado seguro. Além disso, em termos estratégicos, você consegue provisionar um valor mensal para estes pequenos gastos cotidianos, evitando que eles saiam do controle. Servindo como uma forma de controle financeiro adicional.

Sua empresa já utiliza o cartão pré-pago corporativo? Você descobriu alguma outra vantagem ou situação em que ele pode ser utilizado, além das que constam em nossa lista? Deixe sua contribuição nos comentários deste post!