O que é o cartão vale presente e como ele pode ajudar a vender mais?

Apesar da popularidade no varejo dos Estados Unidos, o cartão vale presente ainda está conquistando o seu espaço no Brasil. Pra quem não o conhece, ele se mostrar uma excelente forma de presentear alguém sem que, com isso, seja preciso se preocupar se a pessoa vai gostar ou não do item escolhido.

Em nosso post de hoje, vamos explicar o que é o vale presente e por que ele pode ser uma alternativa bastante interessante e lucrativa para o seu negócio. Confira:

O que é o cartão vale presente?

O vale presente é um cartão (digital ou físico) que funciona, basicamente, de forma pré-paga, ou seja, o cliente estipula um valor para carregá-lo – muitas vezes as lojas já estabelecem as faixas de preço disponíveis – e quem o recebe pode utilizá-lo em uma próxima compra.

Tipos de vale presente

O lojista pode disponibilizar em seu empreendimento diferentes tipos de vale presente. Entre as possibilidades, estão:

  • Compra de uma só marca (serviços ou produtos);

  • Compra em apenas uma loja (física ou virtual);

  • Compra na rede de lojas de uma mesma marca;

  • Compra em várias lojas de um grupo preestabelecido;

  • Compra online e/ou em lojas físicas;

  • Parceria com instituições de crédito ou débito (Visa, Master, American Express) para uso em qualquer loja que aceite a bandeira.

É importante notar que o vale presente também pode ser do tipo recarregável. Essa é uma facilidade que permite que novos valores sejam adicionados nele no futuro, sem que, com isso, seja preciso gerar um novo cartão.

Como utilizar o cartão vale presente em sua loja?

Após escolher o tipo de vale presente ideal para adotar em seu estabelecimento, coloque em prática algumas estratégias de marketing — de nada adianta ter este item em sua loja se o consumidor não o conhece ou nem imagina que você o vende.

Faça propaganda do vale presente

Para que as pessoas possam adquirir este produto em seu estabelecimento, é preciso que elas saibam da existência dele — elas devem ser apresentadas às facilidades e possibilidades dele. Crie ações promocionais em seus canais digitais (redes sociais, e-mail marketing, blog) e físicos (flyers, banners, folders) — treine também a sua equipe para que possam incluí-lo nos discursos de venda.

Além disso, quando uma pessoa adquire este tipo de item para presentear alguém, consequentemente mais pessoas conhecerão o seu negócio, pois o presentado terá que ir até a sua loja física ou virtual para trocar o valor recebido no cartão — podendo, até mesmo, se interessar por mais coisas que você oferece.

Prepare ações exclusivas

Que tal criar pacotes de produtos e serviços que só podem ser adquiridos com o vale presente? Esta é uma excelente estratégia para influenciar o uso dele e de levar em consideração a necessidade de giro do estoque da sua loja.

O vale presente pode, sim, ser uma ótima alternativa para quem está buscando uma nova forma de atrair uma base diversificada de clientes. E, ao mesmo tempo, oferecer a eles uma experiência de compra diferente e prática — caso essa experiência se mostre bem-sucedida, você contribuirá para a fidelização deles.

Portanto, que tal aproveitar o seu calendário de ações para investir nessa possibilidade? E se tiver alguma dúvida ou comentário sobre o tema, compartilhe com a gente. Queremos saber a sua opinião!

Para saber um pouco mais sobre assuntos relacionados às melhores práticas de mercado na gestão de empresas, dicas, ferramentas e metodologias, siga-nos em nossa página no Facebook e também no LinkedIn. 

Como usar o cartão de marca própria como estratégia de fidelização?

Ajudar a empresa a gerar novas oportunidades e a faturar mais é o objetivo de todo gerente que busca mostrar-se importante e estratégico para a diretoria. No entanto, para isso, é preciso investir em novas práticas que contribuam com os resultados da empresa.

Nesse contexto, surge o cartão de marca própria, ou o cartão presente personalizado para o varejo, que é uma excelente estratégia de fidelização de clientes.

Então, se você busca novas alternativas para ajudá-lo a gerar mais resultados dentro da empresa, acompanhe nosso post de hoje e saiba como usar o cartão de marca própria para alcançar seus objetivos!

Como investir nessa estratégia

Uma empresa que opta por modernizar suas estratégias através do cartão de marca própria pode fazer isso de forma simples. Basta emitir o cartão e administrar os serviços por meio do setor de inteligência do estabelecimento.

No entanto, é importante lembrar que, com a atual situação econômica, as pessoas têm evitado assumir dívidas. Por isso, o cartão pré-pago é o melhor investimento a se fazer. Além de transmitir segurança ao cliente quanto a forma de pagamento, é seguro e rentável para a própria empresa.

Vantagens dos cartões pré-pagos

Por meio dos cartões pré-pagos é possível aumentar o ticket médio da loja e melhorar o mix de produtos sem investir em novos itens e aumentar o fluxo financeiro. Se o cliente não utilizar o cartão, o dinheiro terá ido para o varejo, independentemente da compra, é uma receita antecipada e não paga nem imposto sobre o cartão.

Além disso, o cliente também tem algumas vantagens que podem ser usadas como marketing, como, por exemplo, a questão de segurança. Em casos de perda ou furto do cartão, o cliente não perde nada, pois o valor é pago pela Netflix, Google Play, etc. Ou seja, não há dúvidas de que apostar nesse recurso é um investimento seguro.

Mas se você ainda tem alguma dúvida, veja como fidelizar clientes usando o cartão de marca própria!

Táticas para fidelização de clientes

O cartão por si só já é uma excelente ferramenta de fidelização, pois o cliente que o adquire vai dar preferência àquele estabelecimento na hora de fazer suas compras. Porém, é preciso usar algumas táticas para promover a fidelização de maneira mais efetiva.

Um cliente que opta pelo cartão da loja, faz essa escolha pensando nos privilégios que terá. Por isso, é importante oferecer condições especiais aos que possuem o cartão.

Oferecer descontos ou créditos em compras, por exemplo, são algumas das formas de oferecer vantagens que chamam a atenção do comprador para utilizar o cartão próprio do seu estabelecimento.

Além disso, o cartão vale presente para o varejo também é ótimo para fidelização de clientes, principalmente em datas comemorativas, como agora nas festividades de fim de ano. Portanto, não deixe de utilizar essas táticas para obter melhores resultados nos negócios.

Agora que você já sabe como usar o cartão de marca própria como estratégia de fidelização e que esse investimento é o mais seguro, correto e rentável para os negócios, está na hora de você apostar nessa alternativa e seguir em direção a realização de seus objetivos. Aproveite e assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades que publicamos em nosso blog!

Conheça 4 vantagens do cartão pré-pago corporativo

Para uma empresa, todos os serviços que visam otimizar o manuseio de dinheiro são importantes, especialmente devido às quantias altas que estão envolvidas nas atividades empresariais. Um destes serviços é o cartão pré-pago corporativo, que oferece maiores controle e praticidade sobre a distribuição de verbas para certos fins. Neste artigo, vamos apresentar 4 diferentes situações em que o cartão pré-pago corporativo pode ser utilizado e as vantagens que representa em cada situação. Confira!

1 – Para viagens internacionais

O cartão pré-pago corporativo pode ser utilizado para o pagamento de despesas variadas durante uma viagem internacional dos executivos. Nesta situação, ele oferece a vantagem de um controle maior sobre a taxa de câmbio, pois permite que sejam comprados dólares (ou outra moeda) previamente, para abastecer o cartão. Assim, a empresa pode realizar esta compra no momento em que a taxa estiver mais favorável.

É uma opção bem mais segura, do ponto de vista financeiro, do que o uso do cartão de crédito corporativo, no qual a taxa de câmbio é determinada no momento do fechamento da fatura, podendo se tornar uma surpresa desagradável. Também é uma opção mais prática do que a compra de dólares em espécie, que pode dificultar o controle preciso dos gastos realizados na viagem.

2 – Para premiação de funcionários

Alguns tipos de cartão pré-pago corporativo oferecem teto de saldo mais baixo, até R$1.500, com possibilidade de uma única recarga. Estes cartões são ideais para a premiação de funcionários durante alguma campanha de incentivo por desempenho.

A vantagem de utilizar o cartão, nesta situação, é com certeza a praticidade. O funcionário pode facilmente fazer compras nas lojas onde preferir, dentro da rede de aceitação, até que o saldo se esgote — sem necessidade de visitas ao banco. Além disso, este tipo específico de cartão pré-pago corporativo não permite saque, ou seja, assim como acontece com os cartões de vale refeição ou vale alimentação, o funcionário não pode trocar o benefício recebido por dinheiro.

3 – Para reembolso de clientes

Quando a empresa trabalha com clientes do tipo pessoa física, e é preciso fazer um reembolso, nem sempre o depósito em conta bancária é viável — em alguns casos, o cliente não tem conta bancária, por exemplo. Ou talvez o cliente não encontre um produto para troca naquele momento. Nessas situações, o cartão pré-pago recarregável é a solução ideal.

Com esta opção, o estorno é agilizado, o que aumenta a satisfação do cliente, e não é preciso aguardar uma transação bancária. Para completar, o cliente pode levar o cartão para casa e usar seu estorno para uma nova compra a qualquer momento. Se o cartão for limitado para uso na sua rede de lojas, ainda é uma garantia de que o cliente voltará, e você terá mais uma chance de fazer negócios — diferentemente do que acontece no caso do reembolso em dinheiro.

4 – Para gastos cotidianos

Existe uma modalidade recarregável de cartão pré-pago corporativo que suporta saldo de até R$20 mil — com ele sua empresa pode fazer transações e saques. Ele é ideal para aqueles pequenos gastos: um suprimento de escritório que precisa ser comprado com urgência, um coffee break de última hora, um frete para o dia seguinte.

Usando este cartão, você elimina a necessidade de manter um caixa em dinheiro dentro da empresa — algo que, atualmente, não é considerado seguro. Além disso, em termos estratégicos, você consegue provisionar um valor mensal para estes pequenos gastos cotidianos, evitando que eles saiam do controle. Servindo como uma forma de controle financeiro adicional.

Sua empresa já utiliza o cartão pré-pago corporativo? Você descobriu alguma outra vantagem ou situação em que ele pode ser utilizado, além das que constam em nossa lista? Deixe sua contribuição nos comentários deste post!